• 44 98813-1364 / 44 3123-6000
  • contato@iefap.com.br
  •  


Como reduzir o estresse sem sair da cadeira


 

Existem horas que são próprias para a ação, sem dúvida alguma. Por exemplo, quando você acorda às 3h da manhã e ouve água jorrando em algum lugar de sua casa. A amígdala cerebral é uma parte do cérebro que identifica o perigo e ativa o corpo para entrar no modo "lutar ou fugir", é muito boa quando se trata de reagir a perigos potenciais. Talvez até boa demais.

Para muitos de nós, os fatores estressantes do ritmo eternamente acelerado da vida moderna estimulam a amígdala cerebral e, desse modo, mantêm nosso corpo no chamado estado de estresse. Nos acostumamos a viver em estado de alerta máximo e continuamos estressados, mesmo que não haja nenhum perigo à vista. Uma única reação ao estresse pode ter valor enorme, mas o estresse crônico pode causar danos psicológicos e ter impacto negativo sobre a saúde física de uma pessoa. Se for no ambiente de trabalho, pode trazer prejuizos até mesmo financeiros para a empresa, principalmente se manifestado por meio da Síndrome de Burnout, em que o estresse leva o trabalhador a "estourar".

Com frequência, as atividades de lazer que praticamos com o intuito de relaxar, nossas tentativas de reduzir nosso nível de estresse não conseguem manter nosso nível de estresse em patamar baixo. Por que?

1. Para começar, porque nos estressamos por tentar inserir essas atividades em nossas vidas hiperocupadas (e tentar pagar por elas).

2. Porque os momentos de descontração que podemos vivenciar muitas vezes não se prolongam na nossa vida cotidiana.

Então como você pode se recuperar todos os dias, de maneira simples e eficaz? A autora do livro Shortcuts to Inner Peace (Atalhos para a Paz Interior), listou uma série de técnicas eficazes de relaxamento. Na Utilidade da Semana, veja oito dessas técnicas:

1. Olhe pela janela e deixe seus pensamentos voar livremente

Sei que, quando você era criança, os professores lhe diziam para deixar de olhar pela janela e concentrar-se na lição. Mas seu objetivo agora é se desligar do trabalho por alguns minutos. Comece exalando lentamente e então deixe seu olhar vagar. Note o que está acontecendo no mundo lá fora. Só observe. Sinta seu corpo relaxar à medida que você direciona sua mente para longe dos pensamentos estressantes. É especialmente divertido imaginar uma fantasia agradável -pode ser romântica, heroica ou outra. Sonhar acordado não apenas nos descontrai como pode ajudar a fortalecer nossa criatividade..

2. Examine um objeto pequeno, à procura de todos os detalhes

É interessante como podemos olhar para os mesmos objetos todos os dias sem realmente enxergá-los. Tire um momento para olhar para algo que estiver ao seu alcance e realmente notar os detalhes. Estude as nuances de cor, as texturas, as sombras, o design. Descubra os aspectos ocultos de seu grampeador, sua caneta favorita, o quadro na parede, uma concha que você pode ter guardado na gaveta de sua mesa. Observe como sua mente muda de rumo quando você parte para viver aventuras nas micropaisagens que o cercam.

3. Dê tapinhas leves sobre seu corpo, começando pelos pés e subindo

Com os nós dos dedos, vá subindo pelo corpo, dando batidinhas leves. Preste atenção às sensações. Comece pelos pés, suba pelas panturrilhas e chegue às coxas. Percorra se torso e suba por um braço, depois o outro. Use as pontas dos dedos para percorrer seu rosto com batidinhas suaves. Ao direcionar sua atenção para sensações físicas, seus pensamentos podem se acalmar. A medicina energética enxerga o estímulo do corpo através de batidinhas como uma maneira importante de reduzir o estresse e revitalizar a energia.

4. Rabisque: com papel e caneta, deixe seus pensamentos correr soltos

Rabiscar desenhos aleatórios é outra maneira de reativar nosso lado criativo. Dê um descanso a seu hemisfério cerebral esquerdo e ative o hemisfério direito. Quando afastamos nossa atenção de atividades direcionadas a uma meta, começando a rabiscar aleatoriamente, nosso "sistema de atenção" se descontrai. Portanto, dê um descanso a seu hemisfério cerebral esquerdo, estimule sua criatividade e divirta-se um pouco.

5. Feche os olhos e ouça - ouça os sons em volta

Isole seu senso de audição, permitindo-se notar e classificar cada som que você ouve: "Cachorro latindo, carro buzinando, a fotocopiadora em ação, colegas fofocando, chuva caindo forte", etc. Mergulhe inteiramente no momento presente, e, assim, desacelere a espiral de pensamento estressante. Ouvir com atenção consciente tem o efeito de limpar a mente e "reiniciar" seu sistema.

6. Feche os olhos e imagine-se curtindo férias maravilhosas

Tire um instante para fazer uma "viagem no tempo" de volta a uma viagem deslumbrante. Ou imagine um lugar lindo que você sempre quis conhecer. Use detalhes para imaginar se está fazendo calor ou frio, o que você está vendo, os sons, os cheiros. Repasse na mente um lugar que você gosta muito, detalhe por detalhe. Observe como seu corpo reage a pensamentos agradáveis e tranquilizadores, quase como se você estivesse no lugar que está imaginando. Respire fundo. Esse é um momento de paz para você curtir.

7. Feche os olhos e respire

A respiração é nosso tratamento de saúde portátil. É tão óbvio, tão sempre presente, mas raramente nos lembramos de aproveitar seus poderes. Existem inúmeros exercícios de respiração possíveis, mas minha sugestão pessoal é a respiração 4-7-8, um padrão respiratório antigo ensinado pelo Dr. Andrew Weil. Inspire contando até 4, prenda a respiração enquanto conta até 7 e então expire, soltando o ar pela boca como se estivesse soprando em um canudo, enquanto conta até 8. O que tem efeito especialmente relaxante é expirar levando o dobro do tempo da inspiração.

8. Feche os olhos e visualize seu corpo de alto a baixo

Comece pela cabeça e vá descendo devagar pelo corpo. Enquanto o faz, imagine o calor descendo do topo de sua cabeça, passando pela nunca, espalhando-se pelos ombros, descendo por seus braços, descendo por seu torso, por suas pernas, chegando aos seus pé e então saindo de seu corpo. Observe a sensação de consciência interna. Por exemplo, mesmo com os olhos fechados você tem consciência de seus pés e mão, pode sentir a vida pulsando dentro deles. Deixe sua atenção passar do "pensamento" para a "sensação". Aproveite esses momentos para entrar em contato com seu corpo e soltar qualquer tensão que possa estar presente nele. A visualização do corpo é uma técnica de relaxamento clássica.

Existe uma hora e um lugar para a ação e a reação, mas também para o prazer de ficar parado, em silêncio. Talvez você não consiga chegar à aula de ioga, à academia ou a onde faria uma caminhada ou um cooper. Mas pode reservar um momento para se reclinar para trás e relaxar, curtindo um momento de paz, simplesmente sentado.

Fonte: http://www.brasilpost.com.br/ashley-davis-bush/8-maneiras-de-reduzir-seu_b_6831262.html?utm_hp_ref=comportamento

______________________________________________________________________________________________

PÓS-GRADUAÇÃO NA ÁREA OCUPACIONAL

CLIQUE NO CURSO DE SEU INTERESSE PARA SABER MAIS SOBRE ELE

MAIS INFORMAÇÕES:

(44) 3123-6000 ou (44) 98813-1364 (WhatsApp)

contato@iefapcursos.com.br



Compartilhe!


Leia também