• 0800.501.6000 / 44 98813-1364 / 44 3123-6000
  • contato@iefap.com.br
  •  


Concurso público abre 951 vagas em hospitais universitários; 45 no Paraná


 

A seleção nacional tem oportunidades na área médica, assistencial e administrativa

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) lançou Concurso Público Nacional para o provimento de 951 vagas em 27 hospitais universitários administrados pela estatal. A iniciativa contempla 837 oportunidades na Área Médica, 93 na Área Assistencial e 21 para as Áreas Administrativas. Os salários vão até R$ 12.375,53 mensais para Médicos na especialidade de Medicina do Trabalho, com carga de 40h semanais, em Santa Cruz (RN), Santa Maria (RS) e Maceió (AL). 

No Paraná, as vagas estão distribuídas no Hospital de Clínicas e na Maternidade Victor Ferreira do Amaral da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Curitiba. Nessas localidades há 39 vagas na área médica, todas com salário mensal de R$ 7.425,31 e carga horária semanal de 24h. Já para enfermeiros, há seis vagas com remuneração de R$ 5.744,76 por 36h semanais de trabalho. 

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pela internet até o dia 14 de janeiro de 2016, na página do Instituto AOCP, banca organizadora do certame. As inscrições também podem ser feitas presencialmente até o dia 23 de dezembro deste ano. Os postos estão descritos na página da banca. 

As taxas de inscrição são de R$ 60 para candidatos de nível médio, R$ 120 para médicos e R$ 80 para os demais cargos de nível superior. A data prevista para a realização das provas é 21 de fevereiro de 2016. 

Os candidatos aprovados no concurso público que ingressarem no quadro permanente da Ebserh serão contratados sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e terão direito ao plano de cargos, carreiras e salários, além do plano de benefícios da empresa. 

Melhorias 

A contratação nas unidades permitirá a reativação de leitos que atualmente encontram-se desativados em decorrência da falta de pessoal e a ampliação dos serviços de saúde prestados à população.

 

Fonte: Bonde



Compartilhe!


Leia também