• 44 98813-1364 / 44 3123-6000
  • contato@iefap.com.br
  •  


Estudo lista cinco maneiras de transformar os filhos em pessoas gentis e solidárias


 
Estudo publicado pelo jornal “Washington Post”, feito pelo psicólogo de Harvard, Richard Weissbourd,
sugere que há cinco maneiras para criar crianças mais gentis.

Richard dirige um projeto chamado Making Caring Common, que tem como objetivo ajudar as crianças a serem mais atenciosas e preocupadas com as pessoas a seu redor. Cerca de 80% dos jovens entrevistados disseram que os próprios pais estavam mais preocupados com a sua realização ou felicidade, do que com os outros. Os entrevistados também foram três vezes mais propensos a concordar que seus pais ficavam mais orgulhosos quando eles tiravam boas notas, do que se fossem membros de uma comunidade solidária na escola.

A partir daí, o psicólogo e seus companheiros de estudo começaram a procurar recomendações sobre como criar os filhos, para que esses se tornassem pessoas mais solidárias: “As crianças não nascem simplesmente boas ou más e nunca devemos desistir delas. Elas precisam de adultos que irão ajudá-las a se tornarem solidárias, respeitosas e responsáveis por suas comunidades, em todas as fases de sua infância”, escreveram os pesquisadores.

Na Utilidade do Dia de hoje, veja 5 estratégias para tornar os filhos mais amáveis, segundo o estudo:

Mostre que cuidar dos outros é uma prioridade

Por quê: os pais tendem a priorizar a felicidade e realizações de seus filhos, ao invés da preocupação que seus filhos têm com os outros. Mas, as crianças precisam aprender a equilibrar suas necessidades com as necessidades alheias. 

Como: As crianças precisam ouvir dos pais que cuidar dos outros é uma  prioridade. E mesmo que isso os torne infelizes, cuidar dos outros é tão importante quanto honrar seus compromissos. Por exemplo, antes das crianças criarem um time de futebol, banda ou equipe, devemos ensiná-las a considerar suas obrigações para com o grupo e incentivá-las a resolver os problemas que possam surgir antes de desistir.

Tente: ao invés de dizer: "O importante é você estar feliz". Diga: "A coisa mais importante é que você é gentil".

Dê oportunidades para as crianças praticarem carinho e gratidão

Por quê: nunca é tarde demais para se tornar uma boa pessoa, mas isso não vai acontecer por conta própria. As crianças precisam praticar: cuidar dos outros e expressar gratidão por aqueles que cuidam deles. Estudos mostram que as pessoas que têm o hábito de expressar gratidão são mais propensas a serem úteis, generosas, compassivas e, ao também se perdoarem, elas são mais propensas a serem felizes e saudáveis.

Como: aprender a ser solidário é como aprender a praticar um esporte ou um instrumento. A repetição diária é a fórmula do aprendizado! Por exemplo, ensinar a importância de ajudar um amigo com a lição de casa ou os afazeres diários. Aprender gratidão envolve regularmente praticá-la.

Tente: não recompense o seu filho para cada ato de gentileza, como limpar a mesa de jantar. Devemos esperar que os nossos filhos ajudem em casa, ajudem os irmãos e os outros. Eles só devem ser premiados quando os atos forem de uma bondade incomum.

Expanda o círculo de preocupças aprendem valores éticos, observando as ações dos adultos que respeitam. Eles também aprendem valores ao atravessar dilemas éticos com os adultos, por exemplo: “Devo convidar um novo vizinho para minha festa de aniversário, quando a minha melhor amiga não gosta dele?”.

Como: ser um modelo moral e mentor significa que precisamos praticar a honestidade, a justiça e cuidar de nós mesmos. Mas isso não significa ser perfeito o tempo todo. Para que nossos filhos nos respeitem e confiem em nós, precisamos reconhecer nossos erros e falhas. Nós também precisamos respeitar o pensamento das crianças e ouvir suas perspectivas, demonstrando a elas como nós gostaríamos que se envolvessem com as outras pessoas.

Tente: seja um modelo fazendo serviço comunitário, pelo menos uma vez por mês. Melhor mesmo é fazer este serviço com o seu filho.

Oriente as crianças a administrarem os sentimentos autodestrutivos

Por quê: muitas vezes, a capacidade de cuidar dos outros é dominada pela raiva, vergonha, inveja ou outros sentimentos negativos.

Como: precisamos ensinar às crianças que todos os sentimentos são normais, mas algumas formas de lidar com eles não ajudam em nada, são inúteis. As crianças precisam de sua ajuda para aprender a lidar com esses sentimentos de forma produtiva.

Tente: uma maneira simples de ensinar seus filhos a se acalmarem é pedindo para que parem, respirem fundo pelo nariz e expirarem pela boca, contando até cinco. Pratique esse ritual mesmo quando o seu filho estiver calmo. Então, quando ele ficar chateado ou com raiva, lembre-o sobre esses passos e os faça com ele. Depois dê um tempo, ele vai começar a fazê-lo por conta própria, e desta forma conseguirá expressar seus sentimentos de um modo mais útil e apropriado.

Fonte: http://babyguide.uol.com.br/component/k2/item/2679-estudo-lista-cinco-maneiras-de-transformar-os-filhos-em-pessoas-gentis-e-solidarias

_______________________________________________________

FAÇA SUA PÓS-GRADUAÇÃO NO IEFAP

CLIQUE NA IMAGEM PARA SABER  MAIS SOBRE OS CURSOS

MAIS INFORMAÇÕES:

GERAL:
www.iefap.com.br
www.facebook.com/pos.iefap
contato@iefap.com.br

BELÉM:
belem.iefap.com.br
(91) 3266-3100 / (91) 8830-6323 (Oi) / (91) 8496-6335 (Claro) / (91) 8369-6260 (Tim) / (91) 9147-3765 (Vivo)
Travessa Mauriti, 1771/A – Pedreira

MARINGÁ:
maringa.iefap.com.br
(44) 4141-2071  /  (44) 9975-7199 (Tim)
Av. Advogado Horácio Raccanello, 5415, loja 1 - Zona 7

LONDRINA:
londrina.iefap.com.br
(43) 3024-4071 / (43) 9975-1909
Rua Fortaleza, 91 (Parceria com Colégio Nobel)

CASCAVEL:
cascavel.iefap.com.br
(44) 4141-2071 / (45) 9999-5388

TERESINA:
teresina.iefap.com.br
(86)8817-3446 / (86)8151-9560 / (86)9949-5269

SÃO LUÍS:
saoluis.iefap.com.br
(98) 3232-1265 / (98) 8183-8616 – TIM / (98) 8757-0881 – OI
Av. Getúlio Vargas, 1833 – Bairro Monte Castelo



Compartilhe!


Leia também

Maneiras de adquirir mais conhecimento

A Utilidade do Dia de hoje é pra quem acha que conhecimento nunca é ...

A Utilidade do Dia de hoje é pra quem acha que conhecimento...

A Utilidade do Dia de hoje é pra quem acha que co...

saiba mais