• 44 98813-1364 / 44 3123-6000
  • contato@iefap.com.br
  •  


Investigadores dizem que Piloto do MH370 cortou oxigênio da cabine propositalmente


 

Uma nova hipótese surge para explicar o mistério acerca do voo MH 370, da Malaysia Airlines, que desapareceu em março deste ano com 239 pessoas a bordo. 

Geoff Taylor e Ewan Wilson, investigadores de acidentes aéreos, afirmam que o piloto do voo teria despressurizado a cabine, causando a morte dos passageiros e, em seguida, pousado o avião no mar que, por sua vez, afundou inteiro sem deixar destroços. 

A dupla de estudiosos publicou a conclusão no livro "The Truth Behind the MH 370 Loss' (A Verdade por trás da perda do MH 370). O resultado do estudo analisou todos os cenários possíveis da tragédia. Vale lembrar que os pesquisadores não integram a equipe oficial de investigação.

A tese sustenta que o piloto Zaharie Ahmad Shah teria cortado o oxigênio do avião. Com isso, máscaras caíram do teto, mas foram suficientes apenas para suprir a necessidade dos passageiros por 20 minutos. Após isso, eles teriam morrido asfixiados. 

A dupla ainda afirma que Zaharie trancou o copiloto do lado de fora da cabine e sobreviveu cerca de 40 minutos, respirando seu próprio suprimento de ar. Depois, pousou sobre o mar, causando o afundamento da aeronave.

Fonte: http://www.bonde.com.br/?id_bonde=1-3--578-20140915

____________________________________________________

PÓS-GRADUAÇÃO EM
GESTÃO EM SEGURANÇA AERONÁUTICA E AEROESPACIAL

CLIQUE NA IMAGEM PARA SABER MAIS SOBRE O CURSO

MAIS INFORMAÇÕES:

LONDRINA:
londrina.iefap.com.br 
londrina@iefap.com.br
(43) 3024-4071 / (43) 9975-1909
Rua Fortaleza, 91 (Parceria com Colégio Nobel)



Compartilhe!


Leia também