• 44 98813-1364 / 44 3123-6000
  • contato@iefap.com.br
  •  


Médico "celebridade" atinge marca de 40 mil partos realizados


 


Ele realizou o nascimento de cerca de 13% dos moradores da cidade onde atua

Um médico de Guarujá, no litoral de São Paulo, atingiu uma marca bastante expressiva neste ano. Aos 78 anos, o ginecologista-obstreta Paulo Kahol Soejima já fez mais de 40 mil partos na cidade, o que representa que cerca de 13% dos habitantes de Guarujá nasceram pelas mãos do médico. A dedicação e o amor pela medicina transformaram Soejima em uma 'celebridade' entre as mães do litoral de São Paulo.

O descendente de japoneses nasceu na cidade de Boa Esperança do Sul, no interior do Estado de São Paulo, mas foi em Rolândia, no Paraná, onde o médico viveu boa parte da vida. Em Londrina, ele se formou em Medicina junto com o irmão. Depois de formados, eles foram atuar na Santa Casa de Santos, referência em saúde na década de 1960. “Fiquei na Santa Casa durante um ano. Nós soubermos da inauguração do Santo Amaro e eu fui chamado. Foi o início. Eu fazia a maternidade e mais um pouquinho, porque não tinha médico”, conta ele. Assim, Paulo começou a realizar partos em Guarujá e não parou até hoje.
 

Os médicos irmãos Paulo e Massao Kahol Soejima
Os médicos irmãos Paulo e Massao Kahol Soejima
 

Os partos e cirurgias feitas no hospital Santo Amaro eram registrados em um livro. Naquela época, Paulo conta que fazia cerca de 10 a 15 partos por dia, e chegou a atingir a marca de 200 partos por mês. “Inicialmente, eu tinha muitos partos porque era um medico único. Depois de alguns anos, tivemos mais médicos. Logo quando começou eram poucos partos, depois foi aumentando e a estatística subiu. Era de 10 a 15 partos por dia. Era o dia inteiro. Eu ficava o tempo todo no hospital. A gente não tinha folga e a gente nem pensava em folga”, diz. Segundo o médico, há cerca de 30 anos o livro com os registros sumiu e a estatística passou a ser mensal. A planilha mostra quantos partos cada um dos médicos faz a cada mês, além da porcentagem de partos normais e cesáreas.

A contabilidade feita pelo hospital aponta que dr. Paulo já ajudou a dar a luz a cerca de 40 mil bebês nos seus 54 anos de carreira. O número equivale a 740 partos por ano, o que representa entre 2 e 3 partos por dia, sem folga. De acordo com o último censo do IBGE, realizado em 2010, Guarujá teria pouco mais de 306 mil habitantes em 2013. Partindo deste dado, Dr. Paulo já teria realizado o nascimento de cerca de 13% dos moradores da cidade. Em 2008, o nome da maternidade do hospital Santo Amaro recebeu o nome dele, como uma forma de o homenagear pelos serviços prestados a tantas vidas.

A maioria das crianças que nasceram pelas mãos de Dr. Paulo vieram ao mundo por meio do parto normal. Porém, ele diz que a tendência à cesárea tem crescido muito nos últimos anos. “Antigamente a turma não pedia tanto cesárea. É difícil tirar da cabeça que a cesárea não é o melhor caminho. No convênio, de 80% a 90% é cesárea. Antigamente, cesárea era 10%. As mulheres achavam que o normal era o parto normal”, conta. Segundo o médico, o melhor caminho é optar pelo parto normal, mas, muitas mulheres se queixam que irão sentir mais dor. Outras tentam fazer o parto em casa, o que ele também não recomenda. “Às vezes, dentro do hospital já é corrido e perigoso, imagina em casa fazendo um parto. O Conselho Regional de Medicina é contra o parto em domicílio”, afirma.

Por causa de decisões erradas tomadas por algumas mães, o dia a dia de um ginecologista-obstetra nem sempre é de momentos de felicidade. Dr. Paulo conta que já teve que lidar com a tristeza. “Teve um caso de uma mulher grávida de cinco filhos. Ela estava na sala de espera e, de repente, me chamaram urgente. A paciente estava morrendo. Tentamos levar para o centro cirúrgico, mas não deu tempo”, conta.

Em contrapartida, Dr. Paulo pôde participar ativamente do nascimento da filha e esse teria sido o parto mais especial de sua vida. A prefeita de Guarujá, Maria Antonieta de Brito, também nasceu no Hospital Santo Amaro com a ajuda do Dr. Paulo. Ela e tantos outros moradores da cidade se orgulham de terem nascido pelas mãos do médico e ele fica muito feliz quando encontra algum de seus 'filhos' pelas ruas de Guarujá. "Quando você vai a um supermercado, vai à rua, muita gente conhece. As pessoas dizem que eu fiz o parto da filha dela, ou da neta dela. Toda hora a gente é chamando. Tem muita gente", brinca.
 


Placa em homenagem ao médico
 

Nos últimos anos, Paulo reduziu a quantidade de partos porque assumiu também as cirurgias ginecológicas. “Hoje em dia, eu faço uns 10 partos por mês”, diz.  Mas, ele nem pensa em parar de trabalhar. Para ele, colocar no mundo as crianças é uma satisfação diária e que ele ainda não quer abandonar. “De jeito nenhum. Eu não quero parar. Você está habituado a fazer aquilo todos os dias, não dá para parar. Trazer um ser ao mundo é sempre um prazer, você ver a mãe contente, você fica contente também. É um prazer sempre”, finaliza o médico.

Fonte: http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2014/06/medico-celebridade-atinge-marca-de-40-mil-partos-realizados-em-guaruja.html

__________________________________________________________

PÓS-GRADUAÇÃO NA ÁREA MÉDICA:

EM BELÉM (PA), MARINGÁ (PR), LONDRINA (PR), CASCAVEL (PR) E TERESINA (PI)

CURSOS RECONHECIDOS PELO MEC

Clique na imagem do curso de seu interesse para saber mais sobre ele:
        

MAIS INFORMAÇÕES:

GERAL:
www.facebook.com/pos.iefap
contato@iefap.com.br

LONDRINA:
londrina.iefap.com.br 
(43) 3024-4071 / (43) 9975-1909
Rua Fortaleza, 91 (Parceria com Colégio Nobel)

MARINGÁ:
maringa.iefap.com.br
(44) 4141-2071  /  (44) 9975-7199 (Tim)
Av. Advogado Horácio Raccanello, 5415, loja 1 - Zona 7

CASCAVEL:
cascavel.iefap.com.br
(44) 4141-2071 / (45) 9999-5388

BELÉM:
belem.iefap.com.br
(91) 3266-3100 / (91) 8830-6323 (Oi) / (91) 8496-6335 (Claro) / (91) 8369-6260 (Tim) / (91) 9147-3765 (Vivo)
Travessa Mauriti, 1771/A – Pedreira

TERESINA:
teresina.iefap.com.br
(86)8817-3446 / (86)8151-9560 / (86)9949-5269



Compartilhe!


Leia também

7 frutas que os diabéticos podem comer

Uma alimentação saudável requer variação de nutrientes e alimento...

Uma alimentação saudável requer variação de nutrientes ...

Uma alimentação saudável requer variação de n...

saiba mais