• 44 98813-1364 / 44 3123-6000
  • Av. Adv. Horácio Raccanelo Filho, 5620 - Térreo
  • contato@iefap.com.br
  • 44 98813-1364
  • Cedro Hotel - Av. Juscelino Kubitscheck, 200
  • contato@iefap.com.br
  • 44 98813-1364
  • Rua David Caldas, 90 - 1º Andar
  • contato@iefap.com.br
  • 44 98813-1364 / 91 3266-3100
  • Trav. Mauriti, 1771A - Pedreira
  • contato@iefap.com.br
  • 44 98813-1364
  • contato@iefap.com.br
  • 44 98813-1364
  • Espaço Ideal Campinas - R. Romualdo Andreazzi, 677
  • contato@iefap.com.br
  • 44 98813-1364
  • Colégio Padre José Nilson - R. Coronel Manuel Jesuíno, 225 - Mucuripe
  • contato@iefap.com.br
  • 44 98813-1364
  • Avenida Juracy Magalhães Jr - Edf WA Empresarial Sl. 106 - Rio Vermelho
  • contato@iefap.com.br
  • 44 98813-1364
  • SRTVS 701 - Edifício Palácio do Rádio III - Sls 101 a 106
  • contato@iefap.com.br
  • 44 98813-1364
  • Instituto Paulista de Ensino em Medicina - R. Tobias de Macedo Junior, 246
  • contato@iefap.com.br
  • 44 98813-1364
  • contato@iefap.com.br

Mães que querem ser perfeitas são mais depressivas

Mães preocupadas demais em serem perfeitas têm mais chances de terem depressão, diz um estudo da Universidade de Michigan. As mulheres que se sentem pressionadas a acabarem o quanto antes com o choro do bebê, que controlam excessivamente o comportamento dos filhos em público e que se preocupam que os outros notem o quanto ela é boa mãe se colocam em situações de muito estresse e acabam ficando mais suscetíveis a problemas de saúde mental.

Os estudiosos pediram para 113 mulheres responderem a um questionário sobre o nível de competência que elas achavam ter como mãe e depressão. Entre as perguntas estavam questões como: "devo ser a responsável em fazer tudo para o meu bebê", "as outras mulheres têm menos dificuldades em serem mães do que eu" e "me sinto culpada em colocar minhas necessidades à frente das do meu filho".

O resultado mostrou então que as mães que se preocupavam demais com a opinião e julgamento das pessoas sobre seus papéis tinham grandes chances de serem mais depressivas. Já aquelas que percebem que ser pai não é estar em uma disputa tendem a pedir mais ajuda. "O filho ser mal -comportado não é culpa da mãe, é preciso desenvolver estratégias na educação e entender que eles podem ser desafiadores", afima o especialista.

Um recente estudo australino concluiu que uma em cada três mães tem mais sinais de depressão quando os filhos completam quatro anos do que no ano que dão à luz.

Fonte: http://mulher.terra.com.br/vida-de-mae/estudo-maes-que-querem-ser-perfeitas-sao-mais-depressivas,f571433d94b86410VgnVCM3000009af154d0RCRD.html

__________________________________________________________________________

PÓS-GRADUAÇÃO EM PSIQUIATRIA E SAÚDE MENTAL:

Matrículas abertas para início imediato em Londrina e com previsão de início em Cascavel em Agosto/2014.

Clique na imagem para saber mais sobre o curso:
 

MAIS INFORMAÇÕES

(44) 3123-6000 ou (44) 98813-1364 (WhatsApp)

contato@iefapcursos.com.br

Leia também